22/07/2016

Resenha: Coroa Cruel


Autor(a): Victoria Aveyard
Editora: Seguinte
Páginas: 229
Ano: 2016
Classificação: ✰✰✰✰

O livro Coroa Cruel é um conjunto de dois contos de "A Rainha Vermelha". Ambos se passam antes do primeiro livro da série começar.

O primeiro conto do livro é "Canção da Rainha" que conta a história de Coriane Jacos, mãe de Cal. A história aborda desde como ela e o rei se conheceram até o triste suicídio. Fala sobre a família dela e sua relação com Julian e Sara.

Esse foi o meu conto favorito e adoraria que tivesse um livro só contando a história dela. Coriane é maravilhosa e fiquei muito triste com o final que ela teve. Apesar da vida difícil que levou, conseguiu algo que muitas queriam sendo ela mesma. Fiquei muito triste em saber que os segredos de sua vida foram destruídos por Elara e que provavelmente ninguém da história poderá conhecê-la como nós.

O segundo e último conto, "Cicatrizes de Aço", aborda a Guarda Escalarte (GE). Contado sob o ponto de vista de Farley, a história mostra como a Guarda chegou até Norta e como ela conheceu Shade Barrow, irmão de Mare.

Esse conto foi interessante por mostrar um pouco mais sobre a GE, mas foi extremamente cansativo. Ele é muito técnico e cheio de páginas com mensagens secretas, que no início são legais por mostrar como eles fazem para não serem identificados, mas que depois perdem a graça por serem repetitivas. Quem salvou tudo foi o Shade que é engraçado e deixa tudo mais leve.

Além desses contos, Victoria nos presenteia com os primeiros capítulos de "Espada de Vidro". E o próximo livro já começa bem movimentado. Estou ansiosa.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Link do seu blog - créditos

Tema Base por Butlariz