5.8.16

Resenha: Harry Potter and the Cursed Child

Créditos da Imagem
Autor(a): J.K. Rowling; Jonh Tiffany; Jack Thorne;
Editora: Scholastic
Páginas: 308
Ano: 2016
Classificação: ✰✰✰✰

Nesse final de semana, ocorreu o lançamento mundial de "Harry Potter and the Cursed Child", que está sendo conhecido como o oitavo Harry Potter, porém não acho que seja uma denominação muito justa, já que ele não é o foco.

"Cursed Child" começa dezenove anos após o final da batalha de Hogwarts e conta a história de Alvo Severo Potter, segundo filho de Harry e Gina. Alvo é um menino adorável, mas que carrega um enorme peso por ser filho de quem é, e isso acaba causando grandes problemas na relação com o pai. Tentando consertar um dos erros de Harry, Alvo e seu melhor amigo, Scorpius Malfoy - filho de Draco Malfoy -, acabam se metendo em um problema que pode acabar causando a volta de Lord Voldemort.

A história é incrível! Voltar para o mundo de Harry Potter é maravilhoso e como uma fã antiga, eu posso dizer que senti muita falta de ter algo inédito da saga para ler. O trio agora está mais velho e cheio de "responsabilidades de adulto", mas continuam amigos e se apoiando acima de tudo.

Contudo, como o livro não foi romantizado - como todos os livros de HP são - acaba sendo um pouco mais difícil captar a essência da cena, pois ela fica incompleta. Nos livros, o autor descreve todos os detalhes para que possamos sentir e imaginar exatamente o que está acontecendo, mas neste livro não é assim porque, por ele ser um script da peça, elementos como descrição de cenário não são levados muito em conta. 

Outro ponto negativo é que algumas coisas não foram muito bem explicadas. Fiquei um bom tempo tentando achar um sentido para alguns acontecimentos do livro, mas não encontrei e isso é uma coisa que nunca acontece com Harry Potter. Tudo na série faz sentido e J.K. explica tudo conforme os livros passam. Fora isso, a leitura é muito rápida e a história é surpreendente. O livro prende com tantas reviravoltas, e o final é destruidor como sempre. 

Para quem está louco para comprar, o livro está sendo vendido apenas em inglês. Dia 16 de Agosto começa a pré-venda da versão traduzida, que será lançada dia 31 de Outubro.

8 comentários:

  1. MEU DEUS JÉÉÉ, QUE COISA INCRÍVEL #COMOASSIM
    Para ser sincera, eu não tinha ficado muito animada com o lançamento desse novo livro de HP até ler uma resenha, no caso, a sua, porque, antes disso, simplesmente não parecia real, sabe? (e vamos e convenhamos, não é HP HP, são os filhos deles, rs).
    Adorei a resenha, e adorei saber que o Albo e Scorpio são amigos (agora sei porque já tem gente shippando). É uma pena que o livro não esteja muito completo, mas assim que a peça sair eu assistirei e então vou poder completar as lacunas, haha.
    Beijos,

    http://lucyintheskywithbooks.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom que te deixei animada Rê ♥
      Albus e Scorpius são muito shipáveis, realmente. Mas prefiro Scorpius e Rose :P

      Beijos :*

      Excluir
  2. Estou há muito tempo tentando comprar e ler esse livro. Mesmo a história falando dos filhos, acho que vale super a pena conferir. Sua resenha está muito boa, parabéns! Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ahh, espero que você consiga comprá-lo. É um livro bom para os Potterheads que querem saber o que aconteceu depois das Relíquias da Morte. Beijos :*

      Excluir
  3. Li apenas o primeiro livro de HP, mas vi todos os filmes. Depois de ler algumas resenhas sobre esse e o maneira que ele foi escrita confesso que acho que animaria mais ver um adaptação para o cinema do que lê-lo em si.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sugiro que leia todos os livros. São muito bons hahahaha
      Concordo com você. Se tivessem lançado a peça, ao invés do livro teria sido uma experiencia muito melhor. Todos os efeitos visuais, as atuações... queria muito ver essa peça <3

      Excluir
  4. Confesso que não tive interesse em ler esse livro pela quantidade de críticas que li a respeito, dizendo que o livro parecia uma "fanfic" e que foi mal escrito; pelo fato de ter outro autor, não sendo escrito pela J.K, acredito que essa sensação seja natural. Talvez eu mude de opinião e acabe lendo, mas não acho que isso vai acontecer, infelizmente.

    http://lenabattisti.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não nego a comparação com fanfics. Me lembrou muito porque acontecem coisas bem malucas que são características marcantes de algumas fics, mas não achei o livro mal escrito. O problema é que ele é um roteiro e acho que muita gente não entendeu isso quando o livro foi anunciado.

      Eu gosto de fanfics e achei o livro bom de ler. Acho que é necessário separar as coisas. Não acho que ele seja o 8º HP, mas um livro que te permite imaginar coisas e se divertir.

      Excluir

Link do seu blog - créditos

Tema Base por Butlariz